Cultour

Guided visits by architects to architectural works

Sétimo encontro europeu da organização Guidings-Architects

Sétimo encontro europeu da organização Guidings-Architects
27-Jan-2007

REUNIÃO DE ARQUITETOS-GUIAS NO PORTO

A rede GUIDING-ARCHITECTS é uma organização que reúne empresas europeias dedicadas à promoção e acompanhamento de viagens turísticas, orientadas para o tema da arquitetura contemporânea.

O Porto foi a cidade escolhida para a realização do sétimo encontro europeu da rede Guiding-Architects, como consequência de a Cultour – empresa de promoção de percursos turísticos – ter sido aceite membro desta organização, passando a representar Portugal a nível europeu.

O programa para sábado, dia 27 de Janeiro, contemplou uma reunião de trabalho, a realizar nas instalações da Faculdade de Arquitetura da Universidade do Porto. Domingo, dia 28, foi realizada uma visita guiada às mais importantes obras de arquitetura contemporânea da cidade do Porto.

O encontro contou com a presença de um total de 30 participantes, representantes de 14 empresas, oriundas de 11 países espalhados por toda a Europa, tais como Suécia, Alemanha, Áustria, Inglaterra, Itália, Grécia e Espanha.

Durante dois dias foram debatidos os problemas e oportunidades desta actividade, numa tentativa de encontrar soluções para ultrapassar as actuais debilidades e projectar a actividade no mundo.

Num período em que Portugal pretende afirmar-se como destino turístico e, constituindo a arquitetura contemporânea um dos nichos de mercado mais promissores para o desenvolvimento do turismo cultural em Portugal, torna-se particularmente relevante a escolha da cidade do Porto para a realização deste encontro.

No Plano Estratégico Nacional do Turismo (PENT), o Touring Cultural foi definido como produto com aptidão e forte potencial de crescimento. Os circuitos de arquitetura contemporânea apresentam uma procura estruturada a nível internacional, como demonstra a existência desta organização. A procura sentida pelos diferentes intervenientes no turismo nacional, em torno da arquitectura contemporânea portuguesa é uma realidade, pelo que a existência de uma organização vocacionada para a prestação deste tipo de serviço é do maior interesse para o desenvolvimento deste sector estratégico.